segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

domingo, 30 de dezembro de 2012

Labor Pains


Sou uma fã declarada da Lindsay Lohan e da sua irreverência, por isso, é impossível para mim não ter gostado do filme e da sua interpretação, apesar de o mesmo não ter uma história muito elaborada. É daqueles filmes para ver quando não queremos "puxar muito pela cabeça" que nos faz soltar muitas gargalhadas. 

Já algum de vocês lançou para o céu lanternas japonesas?


sábado, 29 de dezembro de 2012

Selo


A Leonora do Blog "O meu diário" ofereceu-me este selo criado pela autora do Blog "Big Deal" para comemorar a chegada aos 200 seguidores. Este selo deve ser distribuído pelos Blog's que consideramos mágicos, que espalham energia, felicidade e bom humor, por isso decidi passá-lo a todos os Blog's que eu estou a seguir, porque para mim são todos especiais. 

As Cinquenta Sombras de Grey


Terminei ontem de ler. Gostei, a história não é nada do que eu estava à espera, surpreendeu-me pela positiva. 
Estou ansiosa para ler os outros dois volumes da trilogia. 

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

I wish...


Contem-me qual é o vosso maior desejo para 2013. 

O meu maior desejo é que o R. recupere a 100% da lesão sofrida, que os diagnósticos médicos estejam todos errados e que ele possa voltar a jogar futebol. Desejar não custa.

É necessário acrescentar mais alguma coisa?


quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Smell good


Sempre tive uma enorme "pancada" por cheiros. "Pancada" é pouco, é mais uma obsessão. Sempre que vou a uma bomba de gasolina abro o vidro do carro e inspiro profundamente, adoro o cheiro de gasolina. Quando vou à garagem de casa do meu avô abro sempre uma lata de petróleo que anda por lá perdida e quase enfio lá o nariz para sentir o cheiro. Na garagem de casa da minha mãe não resisto a cheirar a de diluente. Quando compro algum livro ou revista novo encosto lá o meu nariz para sentir o seu cheiro. Quando estou a tratar das minhas unhas ataco a acetona e os vernizes. Cá em casa snifo tudo o que é ambientador e velas. Quando era mais nova inspirava fundo sempre que alguém estava a fumar perto de mim. Sempre que estou com o meu namorado passo grande parte do tempo a cheirá-lo, com a cabeça enterrada no casaco ou camisola dele, como se de uma cadela com um faro extremamente apurado me tratasse... Mas a minha recente paranóia ao nível olfactivo é o perfume que o pai do meu namorado me ofereceu no Natal, sempre que vou à minha casa de banho não resisto, abro o frasco e espeto  lá a ponta do meu nariz, chego ao ponto de antes de dormir pulverizar a minha almofada com o perfume só para sentir o seu odor antes de adormecer (vá lá que não me dá para fazer isto com o frasco do diluente... LOL). 

Começo a achar que preciso de alguma espécie de desintoxicação. 

Na tua casa ou na minha?


quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

How the Grinch Stole Christmas


Já toda a gente deve ter visto este filme pelo menos umas duas ou três vezes... Eu sou excepção. Ontem, pela primeira vez, vi o Grinch roubar o Natal. 
É um filme pautado pelo sentido de humor, tornando-se especial pela mensagem natalícia que transmite.

Eu sei que o que vou dizer é um cliché, mas A-D-O-R-E-I!


P.S. Como a pequena Cindy Lou Who (Taylor Momsen) cresceu em 12 anos...


X-mas



Este Natal foi um dos melhores Natais da minha vida. Como já tinha dito, este ano, pela primeira vez, a minha família e a família do meu namorado passaram a quadra natalícia juntas, o sucesso foi tanto que mesmo antes das festividades terem terminado já se planeavam as festas do próximo ano em conjunto.
Como aqui em casa as refeições não são confeccionadas por nós, mas sim encomendadas (porque tanto a mãe como as filhas "não têm mão para a cozinha"), o dia de consoada não foi passado de forma atarefada, nem entre correrias... Muito pelo contrário.
Acordei com o telefone de casa a tocar, levantei-me a custo a resmungar  por ninguém mais se levantar... Se aquilo não tocasse tão alto eu juro que o deixava tocar até se fartar... Quem ligava insistentemente era o meu namorado, que já se tinha fartado de ligar para o meu telemóvel sem obter qualquer resultado... Com o telefonema veio a primeira novidade do dia: A minha mãe, o namorado dela e o meu avô tinham ido almoçar com os pais dele... E tinham-nos deixado aos três (a mim, à minha irmã e ao meu namorado) por nossa conta. Mas quais são os pais que fazem isso aos filhos na véspera de Natal? 
Como já passava da uma da tarde e a vontade de ficar em casa entre tachos e panelas a preparar o almoço não era nenhuma a minha irmã ligou ao namorado para irmos os quatro almoçar ao...Mc Donald's! Sim, o meu almoço de véspera de Natal foi um CBO, acompanhado de uma Cola, batatas fritas e molho de maionese com salsa... Espectáculo!
Depois de almoçarmos tínhamos pensado em dar uma volta, mas como o joelho do meu namorado ainda não aguenta muito esforço acabamos por passar a tarde os quatro na minha garagem a jogar snooker e à sueca (conhecem alguma programação mais típica de Natal? Toda a gente joga à sueca no Natal!).
O jantar de consoada foi excelente, nunca pensei que corresse tão bem. Estávamos todos bastante animados e dentro do espírito natalício (tendo em conta que a minha irmã comeu mais de um quilo de camarão sozinha deixando as cascas para as outras pessoas). Após o jantar ficamos todos pela sala a conversar, a revivermos Natais anteriores (todos menos o meu namorado e o meu avô que passaram o serão agarrados à PS3 e ao maldito PES).
Como eu sou extremamente curiosa, não aguentei enquanto não convenci toda a gente a começar a abrir as prendas.
Estava toda a gente com um sorriso na cara e já com as as suas prendas todas abertas (a minha irmã num estado de euforia extremo por o meu avô lhe ter oferecido um carro), só faltava eu abrir a minha última, o meu namorado fez questão que a prenda dele para mim fosse a última. Antes de me deixar abri-la mandou-me apalpá-la para que eu tentasse descobrir o que era... Por mais que eu tentasse não conseguia perceber o que era. Estava toda a gente com um olhar expectante, se bem que eu acho que já todos sabiam o que vinha dali. Não consegui descobrir o que era, ele cedeu e deixou-me abri-la... Arranquei o papel de embrulho com toda a força e não é que lá de dentro sai... UM CACHECOL DO BENFICA. Repito um cachecol do Benfica. Claro que um cachecol de Benfica é a prenda ideal para oferecer a uma adepta ferrenha do grande F.C.P. (não, não, não!)! Devo ter feito a pior cara de desagrado do mundo enquanto toda a gente se ria da minha figura.
Por momentos acho que o meu namorado ficou com medo de mim, tais eram os olhares furiosos que eu lhe lançava... O meu namorado insistiu para que eu continuasse a apalpar o cachecol e eu só pensava no que poderia vir mais dali. Seria algum botão que pressionado começava a tocar o hino do Benfica? --'
Foi depois de apalpar o cachecol que comecei a ficar com os olhos marejados de lágrimas... Cosidos à costura do cachecol entre as franjas do mesmo estavam dois anéis. Eu fiquei estática, sem reacção, até que o meu namorado se decidiu a falar: "Das duas uma, ou mudas para o Benfica ou casas comigo... E não te queixes, estou-te a dar hipótese de escolha, tu é que decides!". Como é óbvio não houve o típico sim, mas um: "Mudar para o Benfica? Nunca!" seguido de um beijo e de um abraço muito, muito apertado. Claro que este momento mágico não teria sido tão mágico se o meu avô e a minha irmã não tivessem lançado algumas das suas piadinhas do tipo "Coitado!" , "Nem imaginas no que te vais meter rapaz!" e se a minha mãe e a mãe do meu namorado não tivessem tido um ataque de choro e histerismo.
O resto da noite foi passada no meu sofá entre muitos mimos e momentos ternurentos. Os pais do meu namorado acabaram por sair cá de casa por volta das quatro da manhã e eu, a minha irmã e o meu namorado acabamos por adormecer nos sofás depois de termos "mamado" mais de três caixas de Raffaello's e "emborcado" uma garrafa de Moscatel e começado uma de whisky que andavam cá por casa.
O almoço de Natal foi em casa dos pais do meu namorado, mais uma vez com as duas famílias juntas. Depois da quantidade de comida e bebida que nós, os "jovens", tínhamos ingerido na noite anterior a vontade de comer não era nenhuma... Mas não podíamos fazer uma desfeita dessas, lá atacamos a comida, principalmente as sobremesas.
A tarde foi passada na ronha no sofá de casa do meu namorado, enquanto os "adultos" aproveitaram para ir passear todos pela Foz. O meu namorado agarrou-se, juntamente com o namorado da minha irmã à PS3 e eu e a minha irmã dedicamos-nos a uma tarde de péssimo cinema.
À noite, depois de jantarmos, mais uma vez, em casa do meu namorado, aproveitamos para sair com alguns dos nossos amigos onde eu aproveitei para exibir o meu "anel de noivado"!

Rescaldo Natalício: Eu que sempre disse que não queria casar estou noiva (apesar de ainda não termos data marcada e de ambos concordarmos que o casamento ainda não vai ser para já, nem daqui a um ano, nem dois,...), como comi como uma "valente porca" sinto que já estou gorda o suficiente o que me deixa pronta para a matança e, além disso, logo no primeiro dia do meu "noivado" sou trocada pela PS3.

P.S. Depois de ter escolhido com tanto carinho a prenda para oferecer ao meu namorado (um relógio) ele mostrou toda a sua preferência pela prenda que o meu avô lhe ofereceu, o cartão de sócio do Benfica. --'

P.S.1. A minha irmã ontem saiu-se com uma muito boa para o meu namorado: "R., explica-me o que é que tu, o burro do presépio, fazes sentado à mesa connosco?".

P.S.2. Acho que já disse isto antes, mas nunca é demais frisar: Este Natal foi um dos melhores Natais da minha vida.


segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Beethoven's Christmas Adventure




Um bom filme para vermos enroscados numa mantinha, deitados no sofá a comer pipocas num daqueles dias de véspera de Natal em que somos invadidos pelo nosso lado mais infantil.

P.S. Passei o filme todo a pedir ao meu namorado para me comprar um São Bernardo, mas ele diz que para babosa já chego eu e que não está disposto a dividir a minha atenção e o meu sofá com um cão daquele tamanho. --'

A todos um bom Natal,


a todos um bom Natal, que seja um bom Natal, para todos nós.

domingo, 23 de dezembro de 2012

PDA*


Planos para a Passagem de Ano, já há?

Quando 2013 chegar eu vou recebê-lo na quinta dos avós de um amigo, rodeada pelo meu namorado, os nossos amigos, muita música, comida e bebida. 
Estão reunidos todos os ingredientes para mais uma Passagem de Ano em grande.

*Passagem de Ano

Diamonds World Tour






Adivinhem onde é que a princesa vai com a sua mana no dia 28 de Maio de 2013? :D

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Parece que ainda não é hoje que o mundo que acaba...

"I can't wait to watch the news on the 22nd of december this year just to see what dumb shit people have done."



Blue Lagoon - The Awakening


Depois de ver um post no Blog  The Kingdom da Quinn acerca deste remake do filme "Blue Lagoon" fiquei curiosa, afinal o filme original e mais tarde o "Return to the Blue Lagoon" marcaram a minha infância/ adolescência (a par do filme "My Girl"). Para além de serem os primeiros filmes com legendas que eu gostei de ver, fazem-me lembrar as férias de verão da minha infância na aldeia dos meus avós junto ao rio, aquelas férias em que construímos abrigos, cabanas e coroas com as folhas das árvores, aquelas férias em que nos escondíamos no meio da vegetação e fingíamos viver numa ilha deserta na qual tentávamos sobreviver enfrentando os mais diversos perigos, aquelas férias cheias de aventuras desde o amanhecer ao anoitecer.

Apesar de ser um filme muito fofinho e de não ter ficado aquém das minhas expectativas, um "filme de gaja", como diz o meu namorado... Não há nada como os originais, talvez por me trazerem tão boas recordações.

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Winterlicious TAG

Esta TAG foi criada pela youtuber Bethany Mota do canal MacBarbie07, é constituída por 12 questões relacionadas com o Inverno, como o próprio nome indica. 



1. Qual é o teu verniz favorito de Inverno?
Não é um, não são dois, não são três, nem quatro... SÃO SEIS! Não consigo decidir qual deles é o meu favorito, gosto de todos por igual e são os que mais uso no Inverno.
  • Sol, Bity;
  • Ira, Cliché glamour;
  • Meia Noite, Cliché;
  • Arábia, Risqué;
  • New York, Risqué;
  • Citrino Nude, Risqué.


2. Qual é o teu produto labial favorito de Inverno?
Os meus lábios são muito secos, tanto no Inverno como no Verão, por isso tenho de ter em atenção a sua hidratação. Para os manter sempre hidratados antes de adormecer aplico uma camada de vaselina e de manhã ao sair de casa repito o procedimento. Durante o dia aplico um reparador de manteiga de karité da Yves Rocher. Como não sou muito de usar batons e gloss diariamente, considero estes dois, os meus produtos labiais favoritos.

3.Qual é a peça de roupa mais usada por ti no Inverno?
As sweaters estilo boyfriend, sem dúvida.

4. Qual é o acessório mais usado por ti no Inverno?
Os gorros, cachecóis e luvas. 

5. Qual é o teu cheiro favorito de Inverno?
Gosto de velas e spray's ambientadores com odor a sândalo. Em termos de perfumes , o meu preferido continua a ser o Absolutely Me da Escada.

6. Qual é a tua bebida favorita de Inverno?
Capuccino com natas, marshmallows e Kit Kat, feito pela minha irmã. É tão, mas tão bom!

7. Qual é a tua música de Natal favorita?
All I Want For Christmas - Mariah Carey... Que de momento é o meu CallingRing, o meu toque de telemóvel e de despertador! xD


8. Qual é o teu filme de Natal favorito?
O Sozinho em Casa 1 & 2. Não há ano em que não os reveja (mas também não há ano em que não passem na TVI! LOL).

9. Qual é a tua comida de Natal favorita?
A Roupa-Velha. Para quem não sabe, Roupa-Velha é a comida que se faz no dia a seguir ao Natal com os restos do bacalhau, cenoura, couve, batata,... Sinceramente não sei como se faz, porque sou uma nódoa na cozinha, mas que sabe bem, lá isso sabe.

10. Qual é a tua decoração de Natal favorita?
As luzes de Natal.

11. O que é que está no topo da tua lista de Natal?
Sinceramente nunca fiz uma lista de Natal, nunca fui de pedir ou exigir alguma coisa, não me sinto bem a fazê-lo, fico desconfortável, acho que as pessoas conseguem descobrir o que eu quero sem eu ter de pedir. Devo ficar com um brilho no olhar quando vejo a coisa pretendida. Mas, para além de todas as coisas importantes não-materiais que todos nós queremos presentes na nossa vida (não só no Natal), gostava de receber de prenda de Natal o Iphone5.

12. Quais são os teus planos para o Natal?
Passar muitas horas a namorar enrolada numa mantinha, deitada no sofá a ver filmes e séries e a comer muitas guloseimas. Aproveitar todos os momentos com a minha mana, já que no tempo de aulas, entre visitas à terra onde o namorado dela está a estudar e fins de semana na sua terra universitária só a vejo um fim-de-semana por mês e é de fugida porque a princesa passa os dias a dormir e as noites com os amigos nos copos.

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Cartas e compras de Natal


Missão compras de Natal: Cumprida com sucesso.

E vocês princesas, já fizeram todas as vossas compras de Natal? Qual é a prenda que gostariam que o Pai Natal deixasse no vosso sapatinho este ano?

You Know you love me,


XOXO, gossip girl.

The end 


SÓ TENHO PENA DA POBRE DA SERENA QUE VAI TER DE ATURAR O IDIOTA DO DAN PARA SEMPRE. --'

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

100


Parabéns, já somos 100!

E como o prometido é devido:


Booo, esta sou eu!

Selo

A Rosa_Chiclet, do Blog Rosa_Chiclet ofereceu-me um selinho.


Regras:

  1. Indicar 10 Blog's para receberem o selo (é expressamente proibído oferecer a quem quiser pegar sem indicar os seus Blog's antes);
  2. Avisar os Blog's escolhidos;
  3. Colocar a imagem no Blog para apoiar a campanha;
  4. Pergunta: Qual o livro que indicaria para uma pessoa começar a ler?



10 Blog's:
  1. Não páre de SONHAR da I.F. ;
  2. Keep Calm and Ballet On da Béu;
  3. Stop for a minute and smile da JM;
  4. Colete de Forças do Microcéfalo;
  5. Três quartos de Blog da Noa;
  6. Amaranth Pink da Amaranth Pink;
  7. With every heartbeat da Cat's;
  8. Mente de Adolescente da Bárbara M. ; 
  9. Ain't a rosa lover da Nix;
  10. Um Sítio Chamado Casa da Emilie.

Pergunta: Qual o livro que indicaria para uma pessoa começar a ler?
Como ler é um dos meus passatempos favoritos não consigo decidir-me por um livro só, mas aconselho-vos a ler todos os livros da escritora Jodi Picoult. 

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Meet the princess!



E se eu vos mostrasse uma foto minha quando atingisse 100 seguidores?

A tradição já não é o que era, felizmente!


Este ano o meu Natal vai ser diferente. Inicialmente tínhamos pensado (eu, a minha mãe, a minha irmã e o meu avô) passar a Quadra Natalícia em Givet, na França (como eu já tinha contado anteriormente) mas, depois de tudo o que aconteceu ao meu namorado, não fazia sentido viajar. Então decidimos adiar a viagem  para a época da Páscoa. 
Mas as novidades não terminam por aqui, este ano, pela primeira vez, vou passar a Consoada e o Almoço de Natal com a minha família e a família do meu namorado.Não é a primeira vez que as nossas famílias se juntam em jantares e almoços, mas na época Natalícia nunca tinha acontecido. É uma estreia. Dia 24 jantamos e abrimos as prendas em minha casa e dia 25 almoçamos em casa dele. A ideia foi da mãe do meu namorado e eu adorei. Este ano já somos muitos à mesa (o meu avô, a minha mãe, o namorado da minha mãe, a mãe e o pai do meu namorado, a minha irmã, eu e o meu namorado), como eu gosto.

domingo, 16 de dezembro de 2012

Juízo puto!



Sempre teve o sonho de ser jogador de futebol e desde muito novo que viu esse sonho ser alimentado por quem o via correr pelos relvados atrás de uma bola rolante com a ambição de se desmarcar, chutar a bola contra a rede e marcar um golo. Foi convocado várias vezes para representar a Portugal em diferentes escalões da Selecção. Tinha tudo para conseguir realizar o seu sonho, tudo para que os seus planos para o futuro dessem certo. Mas, por vezes, nada corre como o planeado e as circunstâncias impedem-nos de dar o rumo que pretendíamos à nossa vida.

Os problemas começaram num jogo oficial quando caíste ao chão a meio de uma jogada que poderia ser decisiva e originar o golo. Atribuíste a culpa das dores que sentias ao esgotamento físico, ao cansaço, ao excesso de esforço e a um sem número de causas... Mas a verdade é que mesmo tu, no teu intimo sabias que as coisas não eram bem assim. Ignoraste as dores, preferiste ignorar os conselhos médicos e num acto de rebeldia mentiste e voltaste a treinar e a jogar.
Num jogo entre amigos o teu joelho atingiu o ponto de ruptura, ficou deformado à vista e na tua cara via-se um misto de dor e desilusão para contigo mesmo. 
A partir daí sucederam-se os exames, tentativas de tratamento, sessões de fisioterapia,... Que culminaram na primeira operação. A operação acompanhada pela fisioterapia obteve o sucesso pretendido, no entanto a infelicidade continuava estampada na tua cara, sentias-te desiludido contigo próprio por teres de te afastar temporariamente dos relvados e apesar de não aceitares a decisão, sabias que era para o teu bem.
Mais uma vez voltaste a cair em tentação e numa partida de futebol, entre amigos, na praia, acabaste por te lesionar novamente. A ideia de ser mais uma vez operado estava posta de lado, não viria a resolver este acumular de problemas, o único método que poderia resultar era a fisioterapia. 
Depois deste incidente, concretizar o teu sonho de te tornares um jogador profissional tornou-se uma tarefa impossível. Por mais benéfica que fosse a fisioterapia nunca conseguiria devolver a força necessária ao joelho já tão martirizado. Seria possível manter uma vida normal, mas afastado do futebol. 
Demoraste muito tempo a recuperar e a superar a mágoa de nunca poder vir a jogar profissionalmente.
Sabias que, caso fizesses esforço excedentário (demasiadas actividades físicas) o problema voltaria à tua vida, mas mesmo assim arriscaste. 
Entraste na universidade, no curso de desporto, apesar de teres noção que todo o esforço feito em actividades físicas só iria prejudicar o estado do teu joelho. 
Num jogo entre caloiros e doutores, o teu joelho mostrou mais uma vez as suas debilidades. As dores regressaram, assim como o sentimento de fracasso. A situação demorou a ser controlada, foram necessários bastantes tratamentos, sessões de fisioterapia e descanso... Mas mesmo assim nunca desististe, lutaste e anos mais tarde terminaste o curso e ingressaste no mercado de trabalho como personal trainner num ginásio. Apesar de não teres conseguido realizar o teu sonho de criança, sentias-te feliz por fazer uma coisa da qual gostavas e durante uns tempos o problema no joelho foi esquecido.
Quando tudo parecia estar bem, o problema reapareceu, desta vez de uma forma ainda mais agravada. Mais uma vez recorreste à operação como solução, mas as complicações foram mais que muitas e o teu desânimo a cada dia que passava se tornava mais visível. A operação não correu como planeado e teve de ser feita uma nova de urgência, obtendo esta o sucesso desejado. 
Apesar de ainda não estar tudo a 100% e de ainda só agora estares a iniciar uma longa caminhada ao nível da fisioterapia, as coisas começam a voltar ao normal, a melhorar. E eu acredito que no final tudo vai ficar bem, como sempre deveria ter estado.

Apesar de emocionalmente este último mês ter sido extremamente duro e desgastante para ambos, de termos sofrido muito, foi a prova de que juntos conseguimos ultrapassar todas as barreiras com que nos deparamos. Todos estes contratempos acabam por nos unir e fortalecer ainda mais a nossa relação. Nunca duvides que o meu lugar é a teu lado, nos bons e maus momentos. AMO-TE PUTO 

E não venhas com coisas, desta vez não te vou deixar fazer nenhum disparate, eu sei que te custa estar afastado de uma bola de futebol, mas não sinto vontade nenhuma de voltar a ver as enfermeiras derreterem-se todas para cima do meu namorado. :p

Este, é na verdade, o motivo do meu afastamento do Blog nos últimos tempos.

Prémio Dardos

A I.F., autora do Blog Não páre de SONHAR, há uns meses atrás, antes de eu ter desaparecido, concedeu-me este selo, espero ainda vir a tempo de o passar a outros Blog's e de agradecer o miminho à I.F. .


O Prémio Dardo foi criado pelo escritor espanhol, Alberto Zambade que em 2008, concedeu no seu blogue Leyendas e el pequeno Dardo, o primeiro Prémio Dardo foi dado por ele a quinze blogues, depois os blogues que receberam o prémio deveriam indicar outros blogues e assim o prémio se espalhou pela internet. O prémio destina-se a reconhecer os valores e o empenho demonstrados por cada escritor de blogues. 


O prémio tem as seguintes regras:
  1. Exibir o selo;
  2. Linkar quem o premiou;
  3. Escolher outros blogues para indicar o prémio;
  4. Avisar os escolhidos.

Os escolhidos são:

Todos aqueles que mesmo depois deste meu desaparecimento forçado me continuam a seguir e a dar valor a este meu cantinho. :)

sábado, 15 de dezembro de 2012

(Now) Princess is here!



Olá PrincesasPríncipes! :)

Desde o final de Outubro que, infelizmente, ando afastada deste meu/nosso "Reino Encantado". As saudades sentidas foram muitas, a vontade de vos vir "visitar" aumentava a cada dia que passava, mas tornou-se impossível fazê-lo, pelas piores razões.
Hoje, depois desta minha ausência bastante prolongada e de quase todos os problemas que me impediram  de vos dar notícias estarem superados volto a abrir o meu "livro de histórias" de príncipes e princesas.

Espero que os meus príncipes e princesas me recebam, mais uma vez, de braços abertos e desculpem este meu desaparecimento.

Prometo responder aos vossos comentários, visitar os vossos cantinhos e actualizar o Blog o mais rapidamente possível (até porque tenho saudades desta rotina e estou ansiosa por saber todas as novidades).


sábado, 27 de outubro de 2012

Halloween


Como vai ser o vosso Hallowwen princesas? Alguma tradição ou comemoração especial?

Leva-me Contigo




Se há música que marca o início da nossa relação, esta é a música. 

Lembro-me de estar deitada na cama do teu quarto universitário, quando ainda não morávamos juntos, agarrada a ti a escutarmos a música em modo replay vezes e vezes seguidas e de ouvir os teus colegas gritar dos quartos deles: "Outra vez essa música? Já não aguento. Desliga isso R.!"


Música: Leva-me Contigo
Intérprete: Duarte Rosado

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Shame on me! :$


Nunca vos aconteceu estar num bar e sentirem a necessidade de falar mais alto para se fazerem ouvir? Com as conversas em paralelo, o ruído de fundo e a música torna-se difícil manter um diálogo num tom de voz considerado normal e quando damos por nós já estamos a falar mais alto do que seria desejado. O pior acontece quando estamos a trocar ideias com as pessoas que estão connosco acerca de alguém que se encontra no mesmo bar ou café e de repente, quando menos se espera a música termina e a frase que nós estamos a dizer fica a soar no ar, como se tivesse sido proferida através de um megafone. 

Ontem à noite o B., um amigo meu fez anos, fomos jantar e depois para o bar do costume festejar. Estávamos só duas raparigas no meio de um grupo de sete rapazes, cada uma em sua ponta da mesa, o tema de conversa não ia além dos últimos desenvolvimentos futebolísticos até entrar no bar uma conhecida nossa. Quando ela passou pela nossa mesa os rapazes começaram a trocar olhares, risos e confidências entre eles. Eu fiquei curiosa e perguntei discretamente ao meu namorado o que se estava a passar, ele ainda mais discreto contou-me. A minha amiga, ao ver que eu já sabia da história começou a gesticular na minha direcção e a perguntar-me o que se passava. No preciso momento em que estou a contar à minha amiga que "O B. andou a afogar o ganso na C.!" a música termina e a minha frase ecoa pelo bar inteiro deixando toda a gente a olhar para mim e para quem estava na minha mesa. 
Juro, se tivesse um buraco onde me enfiar, naquele momento não teria hesitado. Só a elegância da frase... :$ "AFOGAR O GANSO!"

O meu namorado tem razão quando diz que não me pode levar a lado nenhum, que o deixo sempre na vergonha... 

Mercado do trabalho, estou de volta! :D


É oficial, a partir de dia 1 de Novembro volto ao mercado do trabalho. 
Vou dar formação a adultos que pretendam trabalhar com crianças com NEE (Necessidades Educativas Especiais). 
Apesar de este ser um dos temas que mais me fascina ao nível educacional, estou um pouco ansiosa pois nunca dei formação e tenho a plena consciência de que as formações são bem diferentes do ensino convencional. Além disso, nunca dei aulas a adultos, a pessoas com idade para serem meus pais. Não me imagino a levantar a vós a pessoas mais velhas para impor respeito, mas já me avisaram que por vezes é necessário fazê-lo, porque muitos dos formandos não estão ali para aprender, estão apenas porque a Segurança Social os obriga.
O material necessário para preparar as aulas já me foi dado, agora só falta pôr as mãos à obra. 

Fiquei mesmo contente com esta proposta de trabalho, confesso que já estava a ficar farta de não fazer nada!

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Pffff!


Ultimamente ando assim: Quanto mais durmo, mais quero dormir. Quanto menos faço, menos quero fazer.
E agora com a otite ainda pior...

Obrigada outono


... por este ano teres trazido contigo a minha otite.

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Transportes públicos vs privados


No meu 1º ano na universidade tive uma professora que numa das suas aulas disse:

"O autocarro é um transporte privado porque para podermos usufruir dele pagamos bilhete."

Assim sendo, eu pergunto-me, o meu carro é o quê? Um transporte público porque nunca cobrei bilhete a quem eu dou boleia?

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Bengal


A minha raça de gatos favorita.

Agnosticismo .


Não sou crente. Não acredito na existência de um Deus, de um ser superior. Nunca acreditei. Nunca fui baptizada, nunca andei na catequese, nunca tive uma educação voltada para a religião e nunca senti necessidade disso. Respeito as crenças e religiões das outras pessoas, assim como as outras pessoas devem respeitar o facto de eu ser descrente, de precisar de "ver para crer" (e como ainda não vi nada...), de acreditar muito mais na evolução científica que no misticismo religioso. Ao contrário do que possa parecer, eu tenho fé. Tenho fé nas pessoas que me rodeiam, que preenchem a minha vida e me ajudam a evoluir . 
Não posso afirmar que esse ser superior existe ou não. Eu pessoalmente (só) não acredito.

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

A minha cama de sonho


É nada mais nada menos que um colchão em cima de uma palete.

Barba de 3 dias...


Gosto de homens com barba. Não de uma barba demasiado grande e farfalhuda. "Uma barba de três dias". A verdade é que obrigo o meu namorado a ter barba. Dá-lhe aquele ar de "bad boy", de rufia, que eu adoro. Além disso, é tão bom encostar a minha cara na dele e sentir a barba roçar na minha pele. Quando me quer ver embirrar com ele basta-lhe dizer "Vou desfazer a barba!". Desfazer não, não está autorizado a isso, só aparar. Muitas vezes os nossos amigos dizem-me "Manda o teu namorado desfazer a barba, parece um cigano!" e ele todo revoltado responde: "Ela não me deixa!".

domingo, 21 de outubro de 2012

:')


(Elena Gilbert - The Vampire Diaries, season 4 - episode 2)

Beastly


Gostei do filme mas principalmente da mensagem transmitida.
A beleza está mais além do que os nossos olhos alcançam.

sábado, 20 de outubro de 2012

Chernobyl Diaries


Passei o filme todo à espera que alguém entrasse em cena e gritasse "Relaxem, isto é para os apanhados...".
Não me convenceu.

Se ficasse em casa a dormir nada disto me acontecia...


Há noites em que não devia sair de casa. A minha mãe devia amarrar-me a uma cadeira, amordaçar-me e trancar todas as portas e janelas que pudessem facilitar a minha escapadela. Ontem tinha sido a noite ideal para dar início a esse ritual.
Nunca mando guardar o casaco ou a carteira quando entro numa discoteca. É abusar da sorte, eu sei. Mas acho um pouco ridículo pagar por um serviço desses, é dinheiro desperdiçado, dinheiro que pode ser canalizado para o pagamento de mais uma ou duas bebidas. Normalmente deixo as minhas coisas no primeiro sofá livre que encontrar e vou estando atenta a qualquer movimentação estranha perto dos meus pertences... A coisa nunca me tinha corrido mal, até ontem.
Casacos e carteiras acomodados, tratamos de ir aproveitar a noite. Entre idas ao balcão, ao W.C. e às diferentes pistas, desleixei-me um pouco do que tinha deixado no sofá. 
No final da noite, quando ia sair para pagar, vou ao local onde tinha deixado "a minha tralha" e começo a procurar... A carteira apareceu logo... Mas do casaco nem sinal. Procurei por todos os cantos e recantos da discoteca e nada. Perguntei aos poucos resistentes que ainda lá estavam, também nada. Perguntei no balcão, nos seguranças e na zona de pagamento e nada!
Já resignada, desisti e decidi ir pagar... E o cartão? O cartão estava no bolso do casaco. E o casaco? O casaco gostava eu de saber por onde andava...
Como já não é a primeira vez que perco o cartão na noite não me preocupei muito com a situação (se tivesse de pagar os 100 euros por não apresentar o cartão não tinha ficado tão descontraída), entrei na fila de pagamento, esperei pela minha vez e no final deixaram-me sair sem pagar, não devem ter resistido à minha carinha triste por ter perdido o meu  casaco novo, estreado nessa mesma noite.
Ficaram de me ligar se o casaco aparecesse, ou se alguém tivesse pegado nele por engano, mas não me parece que tal vá acontecer. A esta hora deve andar uma vadiazinha qualquer a passear o meu casaquinho novo pelas ruas. 

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Phineas & Ferb


Haverá melhores desenhos animados que estes?

Tens lume?


Há quem faça colecção de pacotes de açúcar, de postais, de moedas, de selos, de porta-chaves (...). Há quem coleccione mil e uma coisas. Há colecções para todos os gostos e feitios. Eu colecciono isqueiros. Não, não acordei um dia de manhã e disse para comigo mesma "A partir de hoje vou coleccionar isqueiros!", nada disso. Nem sei bem se isto é uma colecção. Muito provavelmente não passam de 134 isqueiros empilhados dentro de uma caixa decorativa que tenho perto da porta da varanda do meu quarto. E como é que eu juntei 134 isqueiros? Fácil. Quando estou em casa tiro um cigarro e o isqueiro da carteira, dirijo-me à varanda do meu quarto e fumo. Volto a entrar no quarto ainda com o isqueiro na mão e penso "Vou deixar o isqueiro aqui na caixa ao pé dos outros, depois quando sair agarro nele e meto-o na carteira!"... A verdade é que estão 134 isqueiros dentro da caixa e eu esqueço-me sempre de pegar num único que seja. Resultado, quando vou fumar fora de casa procuro o isqueiro em tudo o que é canto e recanto da minha carteira, reviro os bolsos e nada... Das duas uma, ou "cravo" o isqueiro de alguém ou acabo por comprar mais um... Mas uma coisa é certa, quer seja comprado ou "cravado" acaba sempre por ir parar à minha colecção ou armazém, ou seja lá o que isto for.
E com isto tenho 134 isqueiros de diferentes cores, tamanhos e formatos dentro de uma caixa. 

quinta-feira, 18 de outubro de 2012